segunda-feira, 25 de outubro de 2010

TRAVESSIA DA SERRA NEGRA COM OS AMIGOS DA BIKE

PAISAGENS BELÍSSIMAS, ESTRADINHAS RURAIS, SUBIDÕES, DESCIDÕES, TRILHAS EM MEIO AS MATAS, ESCALAMINHADA CARREGANDO BIKE, UP- HILL, UM DOWN- HILL ALUCINANTE DE MAIS OU MENOS 10 KMS, PERRENGUES, CANSAÇO, EXAUSTÃO, SOL, CHUVA, CERRAÇÃO E O QUE É MELHOR: A COMPANHIA DOS AMIGOS. OU SEJA: TIVEMOS A NOSSA DISPOSIÇÃO, E COM FARTURA, TUDO O QUE FAZ PERFEITO O DIA DE UM MOUNTAIN BIKER. PARA AQUELES QUE NÃO FORAM POR MEDO DE CHUVA OU SIMPLESMENTE POR PURA PREGUIÇA DE ACORDAR DE MADRUGADA PARA PEDALAR O DIA INTEIRO, AÍ VAI, EMBORA NÃO MEREÇAM, UM PEQUENO RELATO DE NOSSO PASSEIO: ENBARCAMOS NO ÔNIBUS E SEGUIMOS PARA O REGISTRO, O DIA ESTAVA BEM FEIO E PARECIA QUE IA CHOVER, MAS PARA NOSSA ALEGRIA ASSIM QUE COMEÇAMOS A SUBIR A SERRA O TEMPO MELHOROU, O SOL SAIA DE VEZ EM QUANDO E ILUMINAVA O TOPO DAS MONTANHAS. CHEGAMOS NO REGISTRO, E NÃO PERDEMOS TEMPO, TRATAMOS LOGO DE AJEITAR AS BIKES E SEGUIMOS EM FRENTE. NESSE PRIMEIRO TRECHO ATÉ O BREJO DA LAPA ERA SÓ SUBIDA, EMBORA POUCO ÍNGREME, FOI TUDO BEM, EXTREMAMENTE TRANQUILO. SÓ FIZEMOS ALGUMAS BREVES PARADADAS PARA FOTOS E REAGRUPAMENTO, SENDO QUE NO CASO DE NOSSO AMIGO, O PAULINHO, A PARADA NÃO FOI PARA FOTOS E MUITO MENOS PARA REAGRUPAMENTE, SIMPLESMENTE TEVE A ATENDER A UM "CHAMADO URGENTE" DA NATUREZA....PARA SUA SORTE, HAVIAM MUITAS MOITAS NA BEIRA DO CAMINHO. CHEGAMOS NO BREJO DA LAPA, ONDE NOS DESPEDIMOS DO XUXA QUE DIRIGIA O CARRO DE APOIO E DALI IRIA, VIA RESENDE, ATÉ MAROMBA, ONDE NOS ESPERARIA. APÓS ISSO ENTRAMOS Á ESQUERDA E SEGUIMOS EM DIREÇÃO A VARGEM GRANDE, ESSE TRECHO FOI UMA DELÍCIA, PAISAGENS BELÍSSIMAS E MUITOS DESCIDÕES, ALGUNS TRECHOS EM PARALEPÍPEDO, ATÉ VARGEM GRANDE, ERAM PRATICAMENTE SÓ DESCIDAS, A GALERA LAVOU A ALMA, CORREU TUDO BEM.. APÓS VARGEM PEGAMOS UMA ESTRADA QUE NOS LEVARIA A TRILHA, NOVAMENTE TUDO TRANQUILO, SÓ FIZEMOS UMA PEQUENA PARADA PARA ESPERARMOS 2 AMIGOS, QUE TIVERAM OS PNEUS FURADOS NO MESMO LUGAR E NA MESMA HORA. SEGUIMOS EM FRENTE, E POUCO TEMPO DEPOIS FIZEMOS OUTRA PARADA, DESSA VEZ NUM RIACHO, PARA BEBER ÁGUA E ENCHER AS CARAMANHOLAS. LOCAL MUITO BONITO, TIRAMOS ATÉ ALGUMAS FOTOS, E LOGO APÓS ISSO COMEÇOU NOSSO SOFRIMENTO. ENFRENTAMOS UM SUBIDÃO ENORME, BEM ÍNGREME, PARA COMPLETAR O SOL RESOLVEU SAIR COM FORÇA, O QUE SUGOU AINDA MAIS NOSSAS ENERGIAS, NÃO FOI NADA FÁCIL, MUITOS DE NÓS TIVERAM QUE DESCER E EMPURRAR. MAS, AOS POUCOS, DEVAGAR E SEMPRE, COM ALGUMAS PARADAS PARA DESCANSO, ACABAMOS POR VENCER A TERRÍVEL SUBIDA. NO TOPO TIVEMOS UMA LINDA VISTA DA REGIÃO, PUDEMOS APRECIAR A ESTRADINHA AO LONGE E ABAIXO, SUSPIRAMOS ALIVIADOS E MAL ACREDITAMOS QUE HAVÍAMOS SUBIDO TUDO QUILO. ESSE TRECHO FOI SUPER CASCUDO, EXTREMAMENTE CANSATIVO, MAS POR INCRÍVEL QUE PAREÇA, NÃO ERA NADA SE COMPARADO COM O QUE AINDA ESTAVA POR VIR. DO TOPO ATÉ A ENTRADA DA TRILHA FOI RELATIVAMENTE LIGHT. CHEGAMOS NA ENTRADA DA TRILHA, ONDE DESCANSAMOS E NOS REABASTECEMOS DE ÁGUA. ESSA TRILHA, QUE É CONHECIDA POR SUBIDÃO DO MAROMBA OU SUBIDÃO DA "MISERICÓRDIA", É UM TRECHO DE MAIS OU MENOS 1,5 KMS (PARECE MUITO MAIS), É PRATICAMENTE UMA ESCALADA, E A MEDIDA QUE AVANÇAMOS VAI SE TORNANDO CADA VEZ MAIS ÍNGREME. UMA ESCALAMINHADA, POR SI SÓ, JÁ É BEM CANSATIVA, CARREGANDO UMA BIKE ENTÃO... NEM SE FALA. ESSE TRECHO FOI EXTREMAMENTE CRUEL, O CANSAÇO E EXAUSTÃO BATERAM FORTES. TIVEMOS QUE FAZER ALGUMAS PARADAS PARA DESCANSO, MAS APESAR DOS INÚMEROS PERRENGUES FOMOS SEGUINDO EM FRENTE, AS PALAVRAS DE INCENTIVO DE NOSSO GUIA, O MARCO AURÉLIO, E A SOLIDARIEDADE E COMPANHEIRISMO DOS AMIGOS, AJUDARAM A AMENIZAR AS AGRURAS DO PERCURSO. FINALMENTE CHEGAMOS NO TOPO DA TRILHA, CARAMBA MAL ACREDITAMOS QUE TODOS AQUELES CANSAÇOS, PERRENGUES E SOFRIMENTOS FINALMENTE TERIAM UM FIM. ALI NÃO TEVE JEITO, TIVEMOS QUE PARAR POR UM BOM TEMPO PARA RECUPERAR AS ENERGIAS. NO ALTO DESSA MONTANHA TIVEMOS UMA VISTA DESLUMBRANTE DA REGIÃO. DALI SE PODIA OBSERVAR, AO MESMO TEMPO, A REGIÃO DE ITAMONTE E DO MAUÁ. APÓS TANTOS PERRENGUES FINALMENTE CHEGOU A HORA BOA, A MELHOR PARTE DO PASSEIO, A CEREJA DO BOLO. FARÍAMOS UM DOWNHILL DE MAIS OU MENOS 10 KMS, NA TRILHA UTILIZADA PELOS TROPEIROS QUE LEVAM MERCADORIAS, GERALMENTE QUEIJOS E MEL, DE FRAGÁRIA E SERRA NEGRA PARA O MAUÁ. DIFÍCIL DESCREVER, FOI BOM DEMAIS, EMBORA TENHA ALGUNS TRECHOS BEM TÉCNICOS E PERIGOSOS, DÁ PARA PEDALAR NA BOA, LOGO TODOS PEGARAM O JEITO, PERDERAM O MEDO E DESPENCARAM RAPIDAMENTE EM DIREÇÃO A MAROMBA. COMO SEMPRE PASSAMOS POR LUGARES BONITOS E DESCONHECIDO, MAS A ADRENALINA ERA TANTA QUE NOS CONCENTRAMOS MAIS NA TRILHA EM SI, NEM DEU TEMPO DE APRECIAR PAISAGENS. FOI TUDO BEM, SÓ ALGUNS SUSTOS AQUI E ALÍ, ISSO SEM FALAR NO "TRASEIRO" DOLORIDO. FORAM MOMENTOS DE MUITA ADRENALINA E EMOÇÃO, GUARDAREMOS EXCELENTES RECORDAÇÕES. CHEGAMOS NA MAROMBA, ONDE JÁ NOS ESPERAVA, O XUXA COM O CARRO DE APOIO. DEPOIS SEGUIMOS PARA MARINGÁ, ONDE FINALMENTE PUDEMOS FAZER O NOSSO MERECIDO LANCHE, POIS NESSA ALTURA DOS ACONTECIMENTOS NOSSA ENERGIA SESTAVAM PRATICAMENTE ESGOTADAS, ERA NECESSÁRIA UMA REPOSIÇÃOURGENTE. APÓS ISSO , SEGUIMOS PARA RESENDE, NA ALTURA DO MAUÁ COMEÇOU A CHOVER, E NO SUBIDÃO DA TORRE APARECEU UMA CERRAÇÃO MUITO FORTE E DENSA, TIVEMOS QUE SUBIR E DESCER COM CUIDADO. CHEGAMOS NA CAPELINHA, BEM SUJOS POIS HAVIA MUITA LAMA NA ESTRADA, DESCANSAMOS UM POUCO, COMEMOS ALGUMA COISA E LOGO APÓS SEGUIMOS PARA A CIDADE. A CHUVA NOS ACOMPANHOU DURANTE TODO TRAJETO. CHEGAMOS EM RESENDE JÁ DE NOITE. ENFIM, APESAR DE EXTREMAMENTE CASCUDO E CANSATIVO, FOI UM EXCELENTE PASSEIO, VALEU CADA GOTA DE SUOR.

2 comentários:

off road bikers disse...

olá meu amigo Jorge, por este passeio tiro "meu capacete". Um espetaculo de lugar, atraves de seu relato imaginei as trilhas e as descidas. Deve ser o maximo. As fotos como sempre otimas!!!!! Parabens

Michel Schanuel Girardi disse...

Paisagens espetaculares! Já era doido pra fazer esse pedal, agora ainda mais...

Parabéns, esse é da galeria dos grandes. Abraço.